ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Festa de Nossa Senhora do Carmo atrai milhares de católicos para missas e procissão no Recife


Um encontro com o sagrado para pedir e agradecer, mesmo sob chuva. É revestido desse significado que se comemora mais um dia de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife. A devoção de milhares de católicos fez a Praça do Carmo, no bairro de São José, lotar com fieis que participaram das missas realizadas ao longo da semana em homenagem a ela. A procissão que encerra as comemorações pela data da santa segue neste momento pelas ruas do centro da capital pernambucana, seguida por devotos de guarda-chuva em punho, muitos vestidos de branco e amarelo, cores relacionadas a ela. O cortejo passa pela Avenida Martins de Barros, Rua do Sol, Avenida Guararapes e depois retorna para a Avenida Dantas Barreto.
Ao todo, 20 mil pessoas assistiram às celebrações realizadas neste sábado e domingo. Durante a semana, 5 mil pessoas participaram das missas todos os dias. Este ano, o tema é "Viva a Mãe de Deus e Nossa - o Camelo rejubila no tricentenário do teu encontro no solo brasileiro". Além da festa sagrada, a tradicional festa profana, com parque de diversões e shows, também está instalada no Pátio do Carmo.
O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, reforçou a importância da data para os devotos. "Mais uma vez, essa data reforça a importância de Maria para o mundo. Ela foi a escolhida para gerar o Salvador e teve a missão de levar a palavra de Deus, mesmo com tanta adversidade. Ela cumpriu e cumpre essa missão de forma corajosa, mas com doçura e serenidade. Ela era presente, desde os 15 anos, quando foi eleita para receber Jesus em seu ventre e testemunhou a crucificação e o momento da ressureição. Foi também aquela que fortaleceu a mensagem do renascimento, quando os apóstolos não acreditavam. Ela é a força que se precisa para fazer a vontade de Deus".
A população também se emociona ao chegar perto da imagem e aproveita o momento para reforçar sua fé. A aposentada Maria de Lurdes Souza, de 68 anos, comparece à comemoração de Nossa Senhora do Carmo há 30 anos. "Venho sempre agradecer. Já passei da idade de pedir. Venho e trago comigo uma pessoa para ouvir essa mensagem e me energizar", conta.